Para onde foram as famílias removidas da quadra 36?

O Observatório de Remoções tem acompanhado as famílias que foram removidas da quadra 36, no bairro de Campos Elíseos, no centro de São Paulo, onde o governo do Estado pretende construir a nova sede do Hospital Pérola Byington, por meio de uma Parceria Público-Privada. No mês de abril de 2018, cerca de 200 famílias precisaram deixar suas casas para dar lugar ao empreendimento, sem que qualquer alternativa de moradia definitiva lhes fosse apresentada e sem que o Conselho Gestor da Zona Especial de Interesse Social (ZEIS) da quadra, que precisa deliberar sobre qualquer intervenção no território, tivesse sido devidamente formado.

O acompanhamento da situação dessas famílias pelo Observatório de Remoções se dá no âmbito do Fórum Aberto Mundaréu da Luz, que reúne uma série de outros indivíduos, coletivos e instituições. Assim que as famílias deixaram suas casas, um levantamento permitiu mostrar para onde elas tinham se mudado; a maioria permaneceu no centro da cidade, a uma distância de cerca de 1 km da antiga morada. No mapa abaixo, é possível verificar como se deu esse deslocamento, imediatamente após a remoção.

Boa parte dessas famílias já vivenciou mais de um deslocamento forçado, e vivem em estado de permanente transitoriedade. No infográfico abaixo, é possível saber um pouco mais sobre a realidade que essas famílias enfrentaram logo após precisarem deixar a quadra 36, além de ver uma versão do mapa que olha para uma escala maior, permitindo ver que algumas famílias saíram inclusive do município de São Paulo.

info_remocoes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *